Conteúdos Gratuitos

Conteúdos gratuitos sobre Geotecnologias. Acesse Agora!

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Cursos

Veja maoires informações na página "CURSOS". Cadastre-se em nossa lista e receba atualizações e conteúdos exclusivos por e-mail

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Serviços e Consultoria

VasGeo: Soluções de Qualidade em Geotecnologias

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Pesquisadores da USP atualizam mapa de risco de tremores no Brasil

  • sexta-feira, 15 de dezembro de 2017
  • Pesquisadores da USP atualizam mapa de risco de tremores no Brasil
    Estudo aponta regiões em que abalos sísmicos podem ocorrer com mais frequência

    Pesquisadores do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (USP) se uniram para atualizar o mapa de ameaças sísmicas feito pela ABNT, em 2006. “Apesar de não existir terremotos muito fortes no Brasil, o país possui tremores de terra suficientes para causar danos”, disse o professor da instituição Marcelo Assunção. Ele afirmou ainda que estes dados precisam ser atualizados com frequência.

    Em função disso, o trabalho atual mostra regiões com tremores mais frequentes. O estudo realizado a partir de Dados da Rede Sismográfica Brasileira aponta que a norma antiga mostrava uma única área sísmica que seria no Nordeste, em específico o Ceará e o Rio Grande do Norte. Mas atualmente foram identificadas áreas como a região do Pantanal, parte central de Goiás, sul de Minas Gerais, uma parte da Amazônia estão suscetíveis.

    “Nas regiões próximas em bordas de placas como o Chile e Peru esses tremores são mais frequentes e maiores, mas no interior de uma placa como é o caso do Brasil ainda existem essas mesmas forças geológicas.” No entanto, Marcelo afirma que por ser uma região mais estável ocorrem com menos frequência.

    De acordo com ele, não há motivos para preocupação. “Não é necessária nenhuma preparação especial. A probabilidade de ocorrer um tremor mais forte para causar danos é tão pequena que não necessidade de reforçar as casas normais.”

    Apesar disso salienta que obras críticas, que são as construções com grande concentração de pessoas, precisam ser pensadas em termos de sismicidade, mas somente em algumas localidades.

    Segundo ele, a maioria dos tremores que podem ser percebidos pela população são de magnitude 3, considerada pequena e não causa dano, no entanto, causa certo desconforto quando as pessoas não estão acostumadas a tremores.

    O estudo ainda informa que quanto maior a magnitude, mais rara a ocorrência. No Brasil, tremores de magnitude 4 ocorrem duas vezes por ano. Magnitude 5 e 6, a cada 4 e 50 anos, respectivamente.


    Você também pode cadastrar-se via Facebook, aqui embaixo. Só precisa autorizar o aplicativo KlickMail. Suas informações estarão seguras conosco.

    continue lendo...

    terça-feira, 28 de novembro de 2017

    [Vídeo] Construção de Perfil Topográfico no Google Earth Pro

  • terça-feira, 28 de novembro de 2017
  • Nesse vídeo você vai aprender a maneira mais fácil de construir um perfil topográfico.

    Clique na imagem abaixo e assista ao vídeo!


    Você também pode cadastrar-se via Facebook, aqui embaixo. Só precisa autorizar o aplicativo KlickMail. Suas informações estarão seguras conosco.

    continue lendo...

    sábado, 18 de novembro de 2017

    [Vídeo] Calcular Área de Polígono no QGIS (m², km², ha)

  • sábado, 18 de novembro de 2017
  • Nesse vídeo você vai aprender a calcular, dentro do QGIS, a área de um polígono em hectares, metros e quilômetros, quadrados.

    Clique na imagem abaixo e assista ao vídeo!


    Você também pode cadastrar-se via Facebook, aqui embaixo. Só precisa autorizar o aplicativo KlickMail. Suas informações estarão seguras conosco.



    continue lendo...

    sábado, 11 de novembro de 2017

    [Vídeo] Importar Coordenadas do Excel no QGIS (extensão .xls)

  • sábado, 11 de novembro de 2017
  • Nesse vídeo você vai aprender como você pode importar coordenadas de uma tabela do excel, dentro do QGIS, sem precisar transformar a tabela para um aquivo CSV.

    Clique na imagem abaixo e assista ao vídeo!

    Você também pode cadastrar-se via Facebook, aqui embaixo. Só precisa autorizar o aplicativo KlickMail. Suas informações estarão seguras conosco.



    continue lendo...